Boas galera!

Existem 3 tipos de DOCTYPE: Frameset, Transitional e Strict.

Vou me focar em xHTML Strict, pois é o que eu costumo usar. Nunca passei pelo Transitional, e sempre gostei muito da proposta do xHTML. Lembro da época em que discutíamos sobre xHTML2 versus HTML5. A rigidez da especificação, te obriga a entender melhor, sutilezas e conceitos que as outras deixam passar.

Acredito que a maioria de vocês, já use um dos 2. Se você usa o Transitional, fica a minha dica de mudar para o Strict, se você já está no Strict, então entenda o motivo dos erros.

Servir o documento com headers de XML, é bem interessante, já que qualquer erro, gera uma falha de XML, porém não é nada convencional.

O meu crime foi não ter fechado a tag .

<img src="images/wbruno-logo.png" alt="" id="logo">

Antecessora mais próxima do do </div><!– /main –>, daí o erro foi disparado nele. Para mim:

Conhecer bem xHTML, te faz ser melhor em HTML

HTML4

<!DOCTYPE HTML PUBLIC "-//W3C//DTD HTML 4.01//EN"
  "http://www.w3.org/TR/html4/strict.dtd">

xHTML 1.0

<!DOCTYPE html PUBLIC "-//W3C//DTD XHTML 1.0 Strict//EN"
  "http://www.w3.org/TR/xhtml1/DTD/xhtml1-strict.dtd">

xHTML 1.1

<!DOCTYPE html PUBLIC "-//W3C//DTD XHTML 1.1//EN"
    "http://www.w3.org/TR/xhtml11/DTD/xhtml11.dtd">

Vou fazer via Direct Input.

Esta é a marcação mínima de um documento:

<!DOCTYPE html PUBLIC "-//W3C//DTD XHTML 1.0 Strict//EN"
  "http://www.w3.org/TR/xhtml1/DTD/xhtml1-strict.dtd">
<html xmlns="http://www.w3.org/1999/xhtml">
<head>
	<title>wbruno</title>
	<meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=UTF-8" />
</head>
<body>


</body>
</html>

a tag e a tag <meta /> de charset, são obrigatórias. Tomemos como base o documento que apresentei.

<br>

Passando no validador:

Para não ficar muito extenso, vou dividir em mais uma parte esse post.

Continua….