Eu não acreditava, até começar a ver o que esse canal de comunicação ‘faz’ na prática, e o que ele muda, ‘na minha vida’.

A idéia desse post, é contar o meu case. O case do meu blog: wbruno. Pode não ser grande coisa, e nem nada tão importante, qnto o case das grandes marcas, mas é algo muito mais palpável, e agora ‘mais aberto’ do que o delas.

Sou Desenvolvedor. Já trabalhei em agência web, já fiz muitos freelas, tanto de backend, quanto de frontend, e hoje estou mais focado em interfaces.

Não sou formado em marketing, nem sou analista de redes socias, e nem sou heavy user de social midia. Sou Dev, resolvi ter esse blog pessoal, para usar como repositório de códigos, tentar divulgar meu trabalho, e me incentivar nos estudos.

Bom, neste cenário permaneci durante muito tempo, desde 14 de agosto de 2009, poxa! acabei de fazer 2 anos, e nem sabia! :lol:

Até que dia 10 de março desse ano, tive vontade de monitorar melhor as atividades do blog, e meus até então quase inexistentes esforços de gerar conteúdo.

Okay, analytics instalado. Dica: para você que usa WordPress, instale o analytics com um plugin. Estou usando o Google Analyticator. Dessa forma, uma eventual troca de tema, não vai causar quebra de dados, pois colocando o <script> direto nos arquivos .php do tema, uma troca, te faria perder momentaneamente a monitoração(passei por isso).

Primeira semana de acompanhamento:

Nenhum pouco expressivo. Sai do 0(sem monitoramento), para 15 visitas dia 11, 29 visitas dia 12..

Nesses dias, tudo oque fiz, foi postar códigos que eu já havia feito para responder dúvidas no fórum.imasters. Tive meu primeiro pico de acessos, dia 14 e 15. Quando postei uma opinião minha sobre os tutorias que circulam por ai, e também um dos maiores geradores de visitas que tenho, um post sobre slideshow com o jQuery.Cycle.

Okay, nesse momento, as buscas e as palavras chaves de entrada do Analytics começavam a me guiar sobre ‘o que escrever’. Comecei a perceber que conteúdo ‘honesto’(escrito por mim, com cuidado e atenção), gerava um buzz melhor do que apenas códigos largados.

Enfim, redes sociais

Desculpe se ainda não falei de redes sociais, como sugere o título, mas esse contexto, é uma introdução importante, para entendermos o real significado da diferença de tráfego. Afinal, eu não vendo nada. Então o meu ‘sucesso’, por enqnto meço em visitas, comentários, likes, retweets..

Comecei com o básico. Instalei um plugin para tweetar automático os posts que eu fizer, coloquei um plugin de like. E bora gerar conteúdo. Acabei ‘dando sorte’, pelo Pedro Rogério, o dono do perfil: @PinceladasDaWeb gostar de alguns conteúdos meus, e começar a tweetar eles.

Pinceladas da Web

Note que atualmente, ele possui 5k6 seguidores. Na época em que ‘comecei’, ele estava prestes a alcançar os 5k.

Notem a importância disso: um post desse perfil, atinge diretamente 5k6 pessoas. Muito mais do que os meus atuais 85 seguidores, e todos os meus amigos do Facebook e twitter somados. Além disso, não podemos deixar de levar em conta, que estamos falando de um público direcionado, e interessado por esse assunto. Os meus amigos não são necessariamente desenvolvedores. Na verdade, a minoria deles são.

Impressões

Okay, mas e oque isso representa? Eu pelo menos seguia poucos perfis na época(ainda não sigo muitos), mas nunca clicava nos links que esses perfis postavam. Apesar dessa ser a minha atitude, isto não se aplica a massa. Quem segue um perfil replicador de conteúdo como o do Pedro Rogério, realmente está interessada no conteúdo que ele indica, e lê.

Não sei nem se o próprio tem idéia do buzz que ele produz, mas no próximo gráfico, deixa evidente o que estou falando, o ‘tal poder’.

Essa imagem é interessante de analisar. Notem que já consegui uma melhora orgânica(estava melhor indexado, com um layout melhor, com mais conteúdos realmente escritos..), porém as minhas visitas mantinham uma regularidade de 120~170 por dia.
Nesse instante, vemos alguns picos, que me enviaram como referer, o encurtador do twitter, e alguns tráfegos direto(programas como o TweetDeck, não enviam referer).

Porém ali, no dia 30 de março, nesse cume, que está completamente fora da curva, e gerou um desvio padrão gigantesco em relação a média. Foi quando o @ProgramadorReal, leu o meu post sobre: A diferença entre um Cara Que Programa, e um Programador.

ProgramadorReal

Interessante notar os números:

Ele fala diretamente com 13k programadores/profissionais da área! Muita relevância!
E foi isso que aconteceu. Meu blog que estava vindo com 120~210 visitas(em dias de pico), teve um salto para 807 visitas!

Tudo por causa de um RT do @PinceladasDaWeb, que chegou no @ProgramadorReal, e dai se espalhou.
Sim, isso mesmo, se espalhou. Esse é o ponto mais importante das redes sociais: a forma como o conteúdo se propaga.

‘Apenas’ o @PinceladasDaWeb ou o ProgramadorReal, seriam perfis com muitos seguidores. Mas os seguidores deles, possuem mais seguidores(que não necessariamente seguem um dos 2), que por sua vez, possuem seus próprios seguidores..(e dai em diante) e então, temos uma rede gigantesca(tecnicamente infinita), de pessoas que podem ser impactadas!

Essa foi a primeira vez, que realmente parei para pensar/entendi, o que isso quer dizer. Lógico que seria impossível eu segurar o tráfego instantâneo que os 80 RTs desse tópico geraram na época. Porém, um leve residual perdurou por mais 2~3 dias.

Novamente tive quedas, e picos por causa de RTs do @Pinceladas e do @Tableless também.

O Panda

Tive uma leve queda no dia 12 desse mês, assim que o google liberou o update chamado Panda. Isso foi geral, diversos sites que acompanho e alguns profissionais que converso, também observaram isso.
Esse é conteúdo para um novo assunto(ou não).

Origem de tráfego

Isto porque, os meus visitantes me encontram pelas buscas. Poucos me seguem no twitter, então basicamente continuo postando sinceramente, sobre o que quero escrever, enqnto passo o meu dia a dia de desenvolvedor.

Algumas outras coisas aconteceram, alguns posts bem sucedidos(com um número considerável de RTs), porém acho que já me extendi por demais, e já consegui contar como foi esse meu case. Atualmente, estou com algo perto das 250~300 visitas por dia.
Um número interessante, e que me motiva a continuar escrevendo.

Minha intenção

Longe de mim, querer ensinar algo a especialistas, mas achei interessante contar ‘o meu case’. Trocar essa experiência que tive. Humildemente aqui, nessa espécie de meu diário virtual. Enfim, obrigado por ter lido!
Espero ter agregado algo, e seja sempre bem vindo ao meu blog. :lol: